Best intercâmbios e Forest Friend: uma parceria que conserva o seu amanhã

A concepção torna a empresa como a primeira no ramo de intercâmbios no Brasil, a compensar as emissões de poluentes dos intercambistas. Desde a viagem, passando pela estadia e até o retorno para casa. A partir de agora todos os estudantes que embarcam para o intercâmbio, adquirem créditos de floresta para ajudar a preservar a floresta amazônica.

São evidentes as mudanças profundas na natureza ocasionadas pela ação do homem e, infelizmente, estamos sofrendo diretamente com todo o impacto negativo. Nós podemos só observar todas as mudanças ou buscar alternativas para tentar salvar a nossa fauna e flora. Para preservar a próxima geração e conservar o amanhã, a Best Intercâmbios inovou e concretizou a parceria com o programa Forest Friend.

A concepção torna a empresa como a primeira no ramo de intercâmbios no Brasil, a compensar as emissões de poluentes dos intercambistas. Desde a viagem, passando pela estadia e até o retorno para casa. A partir de agora todos os estudantes que embarcam para o intercâmbio, adquirem créditos de floresta para ajudar a preservar a floresta amazônica. “Queremos que as futuras gerações possam vivenciar toda a fauna e flora que hoje temos o prazer de usufruir”, comentou o CEO da Best Intercâmbios Valeriano Martins.

O valor arrecadado para o Forest Friends é repassado para o programa Brasil mata-viva, para ampliar as áreas de preservação e a outra parte vai direto para o proprietário da terra, desta forma o intercambista ajuda a manter a floresta em pé. “A parceria é uma iniciativa pioneira na área de intercâmbios e acreditamos que podemos a ajudar a conservar o amanhã dos nossos filhos”, finalizou o CEO da Best Intercâmbios Gavur Kirst.

Forest Friend
É uma marca registrada da RBC Sustentável e representa a iniciativa de comercialização dos Créditos de Floresta de todos os produtores do Programa Brasil Mata Viva, no mercado de varejo, ou seja, aos consumidores finais. A RBC Sustentável, participa do controle da Fazenda Mataporã, que é um dos maiores produtores individuais do Programa BMV, preservando 10 mil hectares de Floresta Amazônica nativa, pertencente ao Núcleo Arinos, no estado de Mato Grosso – Brasil.

Brasil Mata Viva
Metodologia que foi desenvolvida através de uma rede de empresas parceiras, cuja missão é Gerar e Desenvolver Soluções em Sustentabilidade.
Essa metodologia tem como base o PSA (Pagamentos por Serviços Ambientais), que gera como produto o Crédito Floresta. Esse crédito é gerado a partir da preservação de áreas de florestas (incluindo APPs e Reserva Legal), sejam em propriedades rurais privadas ou em áreas de conservação pública. O Crédito de Florestas é classificado como sendo um “bem intangível, incorpóreo, transacionável e transferível”.
O Programa BMV concilia atividade humana, preservação ambiental, produção de alimentos e de energia renovável, propiciando a manutenção de vida no planeta através de ações que evitam o desmatamento, associadas à melhoria da condição de vida da comunidade local.

FOTO

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s