ESTUDANTE DE CUIABÁ É ACEITO EM UNIVERSIDADE DE PONTA DOS ESTADOS UNIDOS, UCLA

Jovem, que foi aceito na Universidade da Califórnia, Los Angeles e que contou com o apoio da Gold Tassel, começa a preparar documentação necessária para iniciar os estudos

O estudante de Cuiabá, Guilherme Toyota Carlos de Oliveira de apenas 18 anos acaba de ser aceito na University of California Los Angeles – UCLA (Universidade da Califórnia Los Angeles) uma das universidades mais bem conceituadas e concorridas do mundo. Em 2016, para se ter ideia, houveram 111 mil aplicantes do mundo inteiro, que são o número de alunos que se candidatam a ingressar na universidade naquele ano, com aceitação média por parte da instituição de apenas 12%.

O curso escolhido por Guilherme foi o de Ciências da Computação, que tem duração de três a quatro anos, dependendo das escolhas dos cursos que o aluno desejar fazer ao mesmo tempo. O estudante conta que desde muito cedo começou a considerar fazer o ensino superior nos Estados Unidos.

“No ensino médio, já tinha muita experiência com o inglês e com a cultura americana, tinha dias que ouvia, lia e conversava mais em inglês do que em português. Decidi realmente me aplicar e buscar mais sobre as aplicações para o estudo no exterior a partir do segundo ano do ensino médio e aprendi muito sobre as peculiaridades do assunto. Além disso, usei os últimos 18 meses do ensino médio com o único objetivo de estudar no exterior e ainda contei com o apoio da Gold Tassel University Programs”, revela.

Para o CEO da Gold Tassel, Gavur Kirst a admissão de Guilherme na UCLA ou a de outros estudantes em qualquer outra universidade no exterior serve como espelho para outros alunos.

“São exemplos que sem dúvida alguma motivam outras pessoas, esses alunos tem um futuro profissional muito promissor, pois são estudantes disputados pelo mercado de trabalho. Isso é fruto de muita dedicação e empenho do aluno, ao se preparar por algum tempo para preencher os requisitos pré estabelecidos pela universidade”, destaca.

Já familiarizado com a ideia de cursar o ensino superior em outro país, Guilherme contou que para se sentir mais seguro nas questões burocráticas procurou a Gold Tassel University programs para auxílio.

“Busquei na Gold Tassel orientação sobre quais documentos seriam necessários, nas pesquisas dos perfis das universidades para ter uma segurança maior de que eu estava seguindo o caminho certo durante todo o processo”, explicou.

“Dentro da Best Intercambio existe o departamento de universidade no exterior, a Gold Tassel, que auxilia pessoalmente cada aluno. Esse é um papel que só nossa empresa realiza aqui em Cuiabá. Mostrar os caminhos para o aluno seguir, quais documentos são necessários, fazer o contato direto com as universidades americanas, tudo isso nos credencia para que os alunos nos procurem nesses momentos”, explica.

A resposta positiva da admissão de Guilherme na UCLA finalmente chegou na noite do dia 22 de março, premiando anos de dedicação aos estudos. A lista que o próprio estudante elaborou contava com 11 possíveis destinos, a UCLA estava entre as que ele imaginava com menos chances de ser aceito.

“A UCLA era a número um em minha lista e foi uma verdadeira surpresa ter sido aceito. Para contextualizar, o curso que escolhi tem admissão internacional de apenas 5%, é muito difícil de ser aceito”, afirma.

Sobre a UCLA

A Universidade da Califórnia em Los Angeles (UCLA) foi fundada em 1919 e é uma universidade muito conceituada no mundo todo. Foi eleita pela publicação anual de educação superior da Times a 15º universidade do mundo em ensino, e a número 1 entre as universidades públicas americanas. Aproximadamente 31 mil estudantes fazem sua graduação na UCLA e cerca de 13 mil fazem pós-graduação.

Sobre a Gold Tassel.

O principal papel da Gold Tassel é auxiliar o aluno a ultrapassar o complicado processo de candidatura às universidades do exterior, que pode confundir aqueles que não estão acostumados com os termos técnicos.

A empresa é uma consultoria especializada que informa os tipos de documentos exigidos, o conteúdo das cartas de apresentação, as datas, enfim, com toda a burocracia envolvida.

ESTUDANTE DE CUIABÁ É ACEITO EM UNIVERSIDADE DE PONTA DOS ESTADOS UNIDOS, UCLA

Gavur Kirst, Guilherme Toyota Carlos de Oliveira e Nayara VasconcelosJovem, que foi aceito na Universidade da Califórnia, Los Angeles e que contou com o apoio da Gold Tassel, começa a preparar documentação necessária para iniciar os estudos

O estudante de Cuiabá, Guilherme Toyota Carlos de Oliveira de apenas 18 anos acaba de ser aceito na University of California Los Angeles – UCLA (Universidade da Califórnia Los Angeles) uma das universidades mais bem conceituadas e concorridas do mundo. Em 2016, para se ter ideia, houveram 111 mil aplicantes do mundo inteiro, que são o número de alunos que se candidatam a ingressar na universidade naquele ano, com aceitação média por parte da instituição de apenas 12%.

O curso escolhido por Guilherme foi o de Ciências da Computação, que tem duração de três a quatro anos, dependendo das escolhas dos cursos que o aluno desejar fazer ao mesmo tempo. O estudante conta que desde muito cedo começou a considerar fazer o ensino superior nos Estados Unidos.

“No ensino médio, já tinha muita experiência com o inglês e com a cultura americana, tinha dias que ouvia, lia e conversava mais em inglês do que em português. Decidi realmente me aplicar e buscar mais sobre as aplicações para o estudo no exterior a partir do segundo ano do ensino médio e aprendi muito sobre as peculiaridades do assunto. Além disso, usei os últimos 18 meses do ensino médio com o único objetivo de estudar no exterior e ainda contei com o apoio da Gold Tassel University Programs”, revela.

Para o CEO da Gold Tassel, Gavur Kirst a admissão de Guilherme na UCLA ou a de outros estudantes em qualquer outra universidade no exterior serve como espelho para outros alunos.

“São exemplos que sem dúvida alguma motivam outras pessoas, esses alunos tem um futuro profissional muito promissor, pois são estudantes disputados pelo mercado de trabalho. Isso é fruto de muita dedicação e empenho do aluno, ao se preparar por algum tempo para preencher os requisitos pré estabelecidos pela universidade”, destaca.

Já familiarizado com a ideia de cursar o ensino superior em outro país, Guilherme contou que para se sentir mais seguro nas questões burocráticas procurou a Gold Tassel University programs para auxílio.

“Busquei na Gold Tassel orientação sobre quais documentos seriam necessários, nas pesquisas dos perfis das universidades para ter uma segurança maior de que eu estava seguindo o caminho certo durante todo o processo”, explicou.

“Dentro da Best Intercambio existe o departamento de universidade no exterior, a Gold Tassel, que auxilia pessoalmente cada aluno. Esse é um papel que só nossa empresa realiza aqui em Cuiabá. Mostrar os caminhos para o aluno seguir, quais documentos são necessários, fazer o contato direto com as universidades americanas, tudo isso nos credencia para que os alunos nos procurem nesses momentos”, explica.

A resposta positiva da admissão de Guilherme na UCLA finalmente chegou na noite do dia 22 de março, premiando anos de dedicação aos estudos. A lista que o próprio estudante elaborou contava com 11 possíveis destinos, a UCLA estava entre as que ele imaginava com menos chances de ser aceito.

“A UCLA era a número um em minha lista e foi uma verdadeira surpresa ter sido aceito. Para contextualizar, o curso que escolhi tem admissão internacional de apenas 5%, é muito difícil de ser aceito”, afirma.

Sobre a UCLA

A Universidade da Califórnia em Los Angeles (UCLA) foi fundada em 1919 e é uma universidade muito conceituada no mundo todo. Foi eleita pela publicação anual de educação superior da Times a 15º universidade do mundo em ensino, e a número 1 entre as universidades públicas americanas. Aproximadamente 31 mil estudantes fazem sua graduação na UCLA e cerca de 13 mil fazem pós-graduação.

Sobre a Gold Tassel.

O principal papel da Gold Tassel é auxiliar o aluno a ultrapassar o complicado processo de candidatura às universidades do exterior, que pode confundir aqueles que não estão acostumados com os termos técnicos.

A empresa é uma consultoria especializada que informa os tipos de documentos exigidos, o conteúdo das cartas de apresentação, as datas, enfim, com toda a burocracia envolvida.

Best Intercâmbio comemora 10 anos com mais uma edição da feira de Educação Internacional

 

4ª edição da feira contou com transmissão ao vivo pela internet e mais de 1.200 visitantes durante o evento

O final de semana foi especial para a Best Intercâmbio, a empresa que completou 10 anos, escreveu mais uma página em sua história. Além da festa em comemoração a uma década em atividade, realizada na última sexta-feira (15.03), no Buffet Leila Malouf, a empresa realizou no sábado (16.03), a 4ª edição da Feira de Educação Internacional, no Hotel Holiday Inn, em Cuiabá.

A festa em comemoração aos 10 anos da empresa foi repleta de homenagens e contou com a presença de parceiros internacionais, personalidades que tiveram participação importante na história da Best e ainda ex-intercambistas e seus familiares.

IMG_0077

Valeriano Martins, CEO e sócio da Best, atuou por quase 20 anos na cidade de Tangará da Serra (distante 240 km de Cuiabá) em sua escola de idiomas, lá incentivou e criou grupos de estudantes que fizeram intercâmbio. Em 2009, junto à sua família, mudou-se para Cuiabá, para abrir uma empresa dedicada exclusivamente a intercâmbios, nascia então a Best Intercâmbios.

IMG_0250

“Essa festa vem para coroar todo um trabalho em equipe e toda a dedicação dos envolvidos que fizeram com que a Best chegasse até aqui. São 30 anos de experiência, 10 anos só com a Best, muitas dificuldades foram superadas, graças ao nosso empenho e também ao de nossos parceiros, fundamentais para o desenvolvimento e crescimento do intercâmbio educacional”, destacou.

IMG_0008

O também CEO e sócio, Gavur Kirst, disse que o sucesso da Best pode parecer surpreendente para quem está de fora, mas para quem participa das atividades da empresa isso é bem diferente. “Nossa história é fruto de muito trabalho e provamos que quando trabalhamos com amor e certeza de estar fazendo a coisa certa tudo caminha bem. Nossa história foi construída em cima de muitas incertezas, por conta da instabilidade econômica e política do Brasil, mas contamos com o envolvimento e participação de parceiros que acreditaram no nosso potencial e no nosso trabalho”, afirmou.

Entre os homenageados da noite com o troféu Best, está Bruno Scariot, amigo de longa data de Valeriano e responsável por apresentar os primeiros parceiros internacionais à Best. Bruno, porém, prefere lembrar que apenas fez o papel de um amigo orientando outro.

IMG_0238

“Tínhamos uma relação muito amistosa e de respeito mútuo, quando ele falou da intenção em abrir a empresa ele me consultou, já que eu trabalhava com isso em Curitiba. Minha função foi apenas de aconselhar, dar algumas dicas de como proceder com parceiros e clientes, se ele seguiu ou não esses ‘toques’, eu não sei, mas parece que deu muito certo”, brincou.

Quem também recebeu o prêmio Best, foi Isabel Zillig, por ser a primeira representante de universidades internacionais a acreditar no projeto da Best Intercâmbios. “Sabíamos desde o começo que daria certo essa parceria, a Best é uma empresa muito correta, com profissionais extremamente éticos no aconselhamento com os estudantes e parceiros. Isso deu credibilidade para que nossas universidades e programas entrassem no mercado em Mato Grosso, e acreditassem junto com a Best que a região teria muito potencial para crescer, e isso tem se provado a cada ano”, declarou.

IMG_0267

Segundo Gavur, o cuidado e a atenção com os estudantes que estão fora do país é um dos diferencias da empresa no mercado. “Nossa equipe trabalha de forma muito parceira com os alunos e suas famílias, prestamos um serviço muito humanizado. Estamos acessíveis sempre que for necessário, inclusive com nosso contato pessoal para atender qualquer demanda de urgência que possa acontecer. Os pais sabem que se acontecer algo com o aluno, estaremos prontos para intervir e dar suporte 24 horas por dias” explicou.

Muito da credibilidade da Best se dá por esse atendimento diferenciado, com total suporte ao aluno e aos pais. E isso foi fundamental para a escolha da intercambista Lavínia Schmidt Zuriaga, de 14 anos, que passou três semanas em Augsburg, na Alemanha.

pedro-zuriaga-e-lavinia-zuriaga.jpg

“Sempre tive esse sonho, de fazer o intercambio e aprender outras línguas na prática. Quando surgiu a oportunidade de fazer, não tive dúvidas em escolher a Alemanha como destino. Gostei muito do trabalho da Best, me senti muito acolhida e amparada, pude aproveitar tranquilamente a viagem e focar apenas no aprendizado do idioma”, revelou.

A Feira

IMG_0105

Ainda em celebração aos 10 anos a Best realizou a 4ª edição da Feira de Educação Internacional, no último sábado (16), no Hotel Holiday Inn, em Cuiabá. Aberta ao público, a feira este ano foi a maior já realizada e contou com a presença de mais de 45 stands com as mais renomadas instituições de ensino da Europa, Estados Unidos, Canadá, Austrália e África do Sul.

IMG_0094

Mais de 1200 pessoas passaram pelos stands da feira, e quem não pode comparecer no evento pôde acompanhar em tempo real toda a movimentação pela transmissão ao vivo realizada pelo canal da Best no Youtube e Facebook. Durante quase 4h30 de transmissão os representantes das instituições e ex-intercambistas compartilharam suas experiências.

“Apesar da forte chuva, o público veio em peso e percebemos que a cada ano os visitantes chegam mais entendidos do assunto, são pessoas que estão realmente interessadas e aproveitam a oportunidade para até mesmo fechar negócio”, esclareceu Gavur Kirst.

img_9879.jpg

Já Valeriano destacou que o intercâmbio voltado para a área da educação tem ganhado cada vez mais adeptos no Estado. “Mato Grosso tem muito potencial, a feira tem mostrado isso, um público cada vez mais jovem aparece para tirar dúvidas sobre intercâmbio. Acredito muito na importância da educação internacional, e trabalhamos para que cada vez mais jovens tenham acesso a esse tipo de ensino”, revelou.

IMG_0086

Com o sucesso das edições anteriores, a cada ano surgem novos parceiros interessados em participar do evento. A American Airlines, maior empresa área do mundo em passageiros transportados, equipamento e em receita, é parceira da Best nos últimos três anos, a gerente de contas da companhia, Patrícia Lacerda falou sobre a importância dessa parceria.

“A American entendeu que a feira da Best é uma oportunidade de divulgar e propagar a marca no Centro-Oeste, já que com o crescimento deste segmento nos últimos anos, pessoas de vários pontos do Estado visitam a feira. Podemos assim atingir um público interessado em viajar para países em que a nossa empresa atua e tornar isso atraente para os dois lados”, destacou.

img_9808.jpg

Luis Guilherme, que já participou de um Summer Camp pela Best em 2016, para Nova Iorque, nos Estados Unidos, agora visitou a feira com o intuito de conhecer universidades fora do país.

“Gostaria de estudar na Coréia, se não houver essa possibilidade vou aproveitar para conhecer outros possíveis destinos. A experiência em NY foi única, fui e recomendei para amigos meus, agora espero ter a oportunidade de poder cursar um nível superior, que seria um grande diferencial em minha vida”, revelou.

Confira a transmissão da 4ª Edição da Feira de Educação Internacional da Best Intercâmbio na íntegra. CLIQUE AQUI

 

#FeiradaBest #VolteDiferente

Quarta edição da Feira de Educação Internacional acontece neste sábado em Cuiabá

Evento será no dia 16 de março, das 13h às 20h, no Hotel Holiday Inn a entrada é gratuita

O acesso a educação internacional, intercâmbio para estudo, voluntariado ou trabalho no exterior tem crescido em Mato Grosso ano a ano. Impulsionados por essa expectativa a quarta edição da Feira de Educação Internacional da Best Intercâmbio será realizada neste sábado (16.03), das 13h às 20h, no Hotel Holiday Inn. A edição deste ano, que celebra os 10 anos da empresa mato-grossense, tem a expectativa de receber 2.500 mil visitantes.

Durante a feira, que possui entrada gratuita, os participantes poderão tirar dúvidas com representantes de instituições internacionais como Canadá, Estados Unidos, África, Austrália e da Europa e ter acesso a um atendimento customizado, que auxiliará na escolha do programa mais adequado ao perfil do intercambista.

Além disso, o evento contará com a presença de ex-intercambistas nos estandes que irão relatar as suas experiências ao estudar, trabalhar e viver em outro país

De acordo com o CEO da Best, Valeriano Martins, a quarta edição da feira é a maior já realizada.  “Aumentamos em 60% o número de instituições internacionais com relação ao ano passado. A intenção é apresentar o maior número de possibilidades para os participantes, que querem ter uma experiência internacional. As opções vão desde um simples curso de idiomas até trilhar uma carreira universitária no exterior”.

O especialista destaca que a aventura de sair pelo mundo, aprender idiomas, trabalhar e se qualificar profissionalmente tem contagiado um número cada vez maior de brasileiros. No ano de 2017, o setor de intercâmbio movimentou no mundo US$ 2,7 bilhões – um aumento de 23% sobre o ano anterior – e alcançou a marca inédita de 302 mil estudantes no exterior, segundo pesquisa da Brazilian Educational & Language Travel Association – Belta.

O ex-intercambista e estudante de engenharia ambiental e sanitária na UFMG, Milvo Gabriel Prevedello Di Domenico, realizou intercâmbio de high school (ensino médio no exterior), para o destino mais procurado pelos brasileiros e mato-grossenses, o Canadá.

viajem exteior (3)
Ex-intercambista e estudante de engenharia ambiental e sanitária na UFMG, Milvo Gabriel Prevedello Di Domenico,

 

“O intercâmbio mudou a minha visão de vida. Eu conhecia só a realidade da minha cidade que era Primavera do Leste, por ser do interior não tinha tanto interesse de estudar fora do país, mas fui incentivado pelos meus tios. E após os seis meses em que passei no Canadá mudei totalmente meus planos, conheci uma nova cultura, aperfeiçoei meu inglês, que uso sempre em minha faculdade, criei novas metas para minha vida, abri uma ONG, fiz voluntariado, conheci novos países. Se não tivesse viajado minha vida seria outra totalmente diferente”, ressalta Milvo.

Outra modalidade que ganhou grande destaque no último ano é a graduação e pós graduação internacional. Só em Mato Grosso a Best Intercâmbio registrou crescimento de 48% em 2018 na procura por este tipo de programa em relação ao ano anterior.

É o caso da estudante Adriana da Silva Bavaresco, que decidiu fazer mestrado em Atlanta, nos Estados Unidos. A cuiabana, de 27 anos é a primeira brasileira a fazer mestrado na área da construção na universidade de Georgia Tech, considerada a segunda melhor universidade do país em engenharia civil.

Adriana Bavaresco
Adriana da Silva Bavaresco, Georgia Tech University, USA.

“Estudei um período no Canadá e decidi fazer uma pós-graduação fora do país, foi então que em 2017 escolhi o mestrado na área da construção. Pesquisei um pouco e descobri que em Atlanta a construção civil estava em alta e eu teria chances de iniciar uma carreira aqui. Fui aceita pela universidade, ganhei bolsa e estou em busca de um estágio na minha área. Penso em futuramente voltar ao Brasil e abrir minha própria empresa, usar todo o conhecimento adquirido aqui e aplicar isso como uma diferencial em meu currículo”, completa.

As bolsas e os descontos conseguidos para estudantes em universidades fora do país são destacados pelo também CEO da Best, Gavur Kirst. “A Best conseguiu mais de R$ 2 milhão em bolsas em 2018, mostramos que estudar fora do Brasil é algo acessível. Se você preparar o seu currículo desde cedo, de preferência a partir do 9º ano e se tiver alguma outra habilidade, seja em esportes ou música, por exemplo, as oportunidades são inúmeras e espalhadas por todo o mundo. Cabe ao estudante traçar uma meta e escolher o destino e as condições necessárias”, afirma Kirst

A feira deste ano comprova o crescimento da procura e legitima Mato Grosso a receber cerca de 40 dirigentes das mais renomadas instituições de ensino da Europa, Estados Unidos, Canadá, Austrália e África do Sul, que vão apresentar seus programas de estudos e explicar tudo sobre intercâmbio. Nos estandes, os visitantes poderão colher informações valiosas sobre educação internacional que inclui: cursos de idiomas, high shool, graduação, pós, mestrado, doutorado, MBA, estágios, cursos técnicos e de férias, bem como ofertas e descontos para os diversos tipos de programas.

“Essa é uma das vantagens da feira, os visitantes terão acesso a ofertas e descontos de até 40% para os diversos programas internacionais e também ficarão sabendo sobre as bolsas de estudo que estão disponíveis e programas de acompanhante para quem deseja estudar fora do país, como o Eu Global” conclui Gavur.

INSCRIÇÕES – As inscrições são gratuitas e limitadas e devem ser feitas pelo link: http://feira.best.tur.br/

INSTITUIÇÕES PRESENTES NA FEIRA – Na feira estarão presentes 40 instituições de países internacionais como: American Airlanes Companhia Aérea; Amerigo escolas particulares USA; ANCE Cursos de idiomas; Best Intercâmbio; Brillantmont High School Suíça; BSC Cursos de Idiomas e Cursos Especiais de Londres; CIEE High School USA Com Foco Esportivo; CP4 Programas Especiais Excelência na Disney e Curso de Direito na Inglaterra; Delta High School no Canadá; Discovery High School na Austrália e Nova Zelândia; Easy Malta Cursos de Idiomas; EB5 Visto para Empreendedores; EC Educação Superior USA E Canadá; ELS Curso de Idiomas USA; FLS Cursos de Idiomas e Grupos USA; Forest Friend – Instituição de preservação ambiental; Gisma – Universidades na Alemanha; Global Village – Cursos de idiomas – Canadá / Hawaii / USA; GoalTravel – Consultoria imigração Canadá; Gold Tassel – Assessoria Universitária; Good Hope Studies – Cursos de idiomas e voluntariado – Cidade do Cabo / África do Sul; Grupos Best; ILSC – Cursos de idiomas e Higher Education – Usa; IUBH – Universidade na Alemanha; Kaplan – Grupo de universidades – USA / UK / Austrália; Langley – High School Canadá; Maxi – Parceiro regional; Navitas – Grupo de universidades – USA / Canadá / Austrália;  NordAnglia – Escolas particulares – USA; OHC – Cursos de idiomas – USA / Canadá / Austrália; Oxford International Group – UK; Q International – Cursos de idiomas – San Diego / USA; Rocky District – High School – Canadá; Shorelight – Grupo de universidades americanas; SMG – USA / Inglaterra; Sttaford House – Cursos de idiomas e Cursos especiais; Study Group – Grupo de universidades – USA – UK – Austrália – Canadá – Holanda – Nova Zelândia; TamWood – Cursos de idiomas e grupos / Vancouver e Toronto / Canadá; ThreeW – Escolas particulares – USA; VanWest – Vancouver / Canadá; Vernom – High School Canadá; VIC – Vancouver / Canadá; Wizard – Escola de idiomas local.

SERVIÇO

4ª edição da Feira de Educação Internacional

Local: Hotel Holiday Inn, Av. Miguel Sutil, nº 2050 – Jardim Leblon, Cuiabá
Data: 16 de março
Horário: das 13h às 20h
Ingresso: entrada gratuita
Inscrições: http://feira.best.tur.br/

PIONEIRO NO BRASIL, PROGRAMA “EU GLOBAL”  DE MT,  PREPARA ESTUDANTES PARA UNIVERSIDADES FORA DO PAÍS

Programa concorre a prêmio SEBRAE por inovação

Interesse pelo mercado brasileiro de educação internacional cresceu 23%, em 2017, e alcançou a marca inédita de 302 mil estudantes. Os números, mais recentes do mercado, são da Associação Brasileira de Agências de Intercâmbio (Belta). Só de Mato Grosso, mais de 6 mil estudantes viajaram pra fora do país para fazer diversos cursos entre eles: high school, pós-graduação, inglês ou cursos de verão. Segundo dados de uma das principais operadoras de educação internacional no Estado a Best Intercâmbio.

Segundo o CEO da Best, Gavur Kirst, o interesse por educação internacional tem crescido bastante. “Recebemos dezenas de estudantes, a cada semana, com interesse em estudar no exterior, cursar uma faculdade fora do país. Muitos avaliam que no futuro isso pode se tornar um diferencial no mercado de trabalho”, disse.

Para estimular esse movimento crescente e preparar estes jovens, para ingressar no ensino superior em outro país, foi criado pela Best o “Eu Global”, O programa pioneiro no Brasil, foi criado para ser precursor no segmento de intercâmbio estudantil, e foi reconhecido como inovador pelo Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (SEBRAE), e é um dos concorrentes na categoria Inovação pelo Sebrae, edição 2019.

Composto por encontros on-line, o objetivo do programa é preparar o aluno para que ao final do ensino médio, o estudante tenha todas as informações necessárias para decidir entre estudar no Brasil ou fazer uma faculdade fora do país.

Conforme Gavur muitos pais e alunos têm o interesse de estudar em uma universidade fora do país, mas na maioria das vezes, esses alunos já estão terminando o ensino médio, o que dificulta o cumprimento das exigências das faculdades internacionais. Surgem então algumas perguntas cruciais para o futuro do candidato: como o aluno se preparou para cursar uma faculdade no exterior? Ele tem boas notas? Isso mostra que muitas pessoas desconhecem como devem se preparar para entrar em uma universidade fora do país.

“Muitos não sabem que o critério das universidades nos Estados Unidos, por exemplo, é diferente dos nossos no Brasil, para as universidades americanas não existem vestibular, eles avaliam o currículo do aluno durante todo o ensino médio como forma de seleção para uma possível admissão,” explica o CEO da Best.

Para o programa, são formadas turmas com alunos que estejam cursando o 9º ano, 1º ano e 2º ano do ensino médio, com conteúdo e cronograma de encontros específicos para cada ano acadêmico. Durante os encontros on-line, os participantes recebem orientação sobre os documentos necessários, dicas para as provas de proficiência, redações e cartas de recomendações, entre outras.

“Sabemos que as universidades do exterior utilizam o currículo do aluno a partir do 9º ano como base para admissão, então, fazemos um acompanhamento das notas dos alunos e os informamos regularmente quais seriam as conquistas com o atual desempenho, tanto para aceitação nas universidades como bolsas de estudos”, informa Gavur.

FEIRA DE INTERCÂMBIO – Educação internacional será tema da 4ª edição da Feira de Educação Internacional da Best Intercâmbio, em Cuiabá que acontece no dia 16 de março Hotel Holiday Inn, das 13h às 20h. Considerada  a maior feira de intercâmbios de Mato Grosso o evento tem acesso gratuito, e a programação prevê mais de 40 estandes com informações sobre cursos de idiomas no exterior como summer camp ou winter program (programas de férias), opções de high school (ensino médio no exterior), programa excelência na Disney e programas de graduação, pós e MBA. As inscrições são gratuitas e limitadas e devem ser feitas pelo link: http://feira.best.tur.br/

Vem aí a 4ª edição da maior feira de intercâmbios de Mato Grosso

Contagem regressiva para a 4ª edição da Feira de Educação Internacional da Best Intercâmbio, em Cuiabá. No dia 16 de março acontece no Hotel Holiday Inn, das 13h às 20h, a maior feira de intercâmbios de Mato Grosso. E este ano para celebrar os 10 anos da empresa no Estado o evento será ainda maior. Serão 40 expositores internacionais, o que equivale a 60% a mais do que na edição do ano passado. Participantes e seus familiares poderão tirar dúvidas com representantes de instituições de ensino do Canadá, Europa, Estados Unidos, África e Austrália.

A feira é gratuita e oferece informações sobre cursos de idiomas no exterior como summer camp ou winter program (programas de férias), opções de high school (ensino médio no exterior), programa excelência na Disney e programas de graduação, pós e MBA. Também será possível conferir ofertas exclusivas com até 40% de desconto para aqueles que fecharem pacotes no evento. A feira contará ainda com a presença de ex-intercambistas nos estandes que irão contar suas experiências nesses 10 anos de empresa, que ainda completa 6 mil intercambistas enviados para o mundo todo. As inscrições são gratuitas e limitadas e devem ser feitas pelo link: http://feira.best.tur.br/

IMG_0208.jpg
Expositores internacionais na 3ª Edição da Feira de Educação Internacional

#VolteDiferente

15 perguntas e respostas sobre intercâmbio

1 – Qual a idade para participar de um programa de intercâmbio?
R: Existem intercâmbios para várias idades, caso seja intercâmbio em família, a partir dos 5 anos de idade. Cada vez mais escolas se especializam em receber adultos acima dos 50 anos. Intercâmbios individuais a partir dos 15 anos, com grupo a partir dos 13 anos.

2 – Preciso saber falar o idioma?
R: Não. A maioria das escolas possui turmas para iniciantes, portanto o não conhecimento do idioma não será problema.

3 – Posso trabalhar e estudar ao mesmo tempo?
R: Para quem vai cursar idiomas e tem acima de 18 anos a possibilidade de trabalho é limitada e em poucos países, como: Austrália, Nova Zelândia, África do Sul e Irlanda, seguindo as regras de cada país. No caso de estudo universitário, é possível trabalhar também seguindo as regras de cada país.

 

4 – A Best providenciará trabalho?
R: A Best nunca intermediará qualquer tipo de trabalho no exterior, sendo de responsabilidade de cada estudante.

5 – Posso aprender o idioma em um mês?
R: Acreditamos que em um mês o estudante terá um grande avanço, caso tenho um pouco de conhecimento do idioma, mas não aprender o idioma na sua totalidade.

6 – Casa de família ou residência estudantil?
R: Casa de família: opção com custo benefício interessante, pois a maioria inclui café da manhã e jantar. Alguns estudantes optam por casas de família para ter uma imersão real na cultura e na língua.
Residência estudantil: também é uma boa opção para jovens acima de 18 anos e adultos. Podendo ser em quarto individual ou compartilhado.

7 – Com quanto tempo de antecedência devo planejar o intercâmbio?
R: Para os países que necessitam visto, recomendamos 2 meses de antecedência. No caso de High School (Ensino médio), seis meses de antecedência. Para processos universitários o ideal é iniciar com 1 ano de antecedência.

8 – Em que época do ano posso iniciar meu curso no exterior?
R: Você pode iniciar o seu curso na maioria das escolas em qualquer segunda- feira do mês, durante o ano todo e algumas tem recesso para as festas de fim de ano.

9 – Qual a duração mínima para um curso no exterior?
R: A partir de 2 semanas, mas recomendamos para um melhor aproveitamento o mínimo de 4 semanas.

10 – Como tirar o visto?
R: A Best tem um departamento especializado para cuidar de todos os tipos de vistos, não precisando o intercambista procurar outra empresa especializada no ramo.

11 – Quais são as línguas que posso aprender no intercâmbio?
R: Apesar da língua inglesa ser a mais procurada, existem outros idiomas que se pode realizar um intercâmbio, tais como: francês, italiano, espanhol, alemão, russo, japonês, mandarim e entre outros.

12 – Qual será a carga horária do meu curso?
R: Você pode optar por programas de meio período (part time), intensivos ou super intensivos.

13 – Fiquei doente durante o intercâmbio e agora?
R: Nos orçamentos de intercâmbios obrigatoriamente colocamos o seguro como obrigatório, a Best possui seguro especializado para atender os intercambistas.

14 – Quais países posso fazer intercâmbio?
R: Além dos tradicionais: EUA, Canadá, Inglaterra, Austrália, Nova Zelândia, grande parte dos países da Europa, América Latina, Japão e China. Novas rotas de intercâmbio surgiram, como: Dubai (Emirados Árabes), Malásia, Tailândia entre outros.

15 – Qual o papel da Best no meu intercâmbio?
R: A equipe Best está preparada para orientá-lo desde a escolha do país, vistos e até na compra de moedas estrangeiras, assessorando sua experiência do início ao fim.

Venha descobrir o seu destino de intercâmbio e #VolteDiferente
65 2127 9553

 

Students in university